Legendary Lisboa Suites  header
Home > O que ver em Lisboa em três dias

O que ver em Lisboa em três dias
Legendary Lisboa Suites

Embora três dias não pareçam muito tempo, normalmente é suficiente para visitar a maioria das cidades, e Lisboa não é excepção. O ideal para não perder nada é dedicar os primeiros dois dias a visitar os lugares mais destacados da cidade e reservar o terceiro dia para passear a vontade e sem rumo, deixando-se seduzir pela cidade, ou mesmo para visitar alguns lugares nos arredores.

Para saber o que ver em três Lisboa daqui a três dias, aqui estão os nossos imprescindíveis.

A BAIXA



Construída no século XVIII, A Baixa está localizada as margens do Tejo, entre os bairros de Alfama e Chiado. É uma zona muito turística, repleta de restaurantes, lojas, pontos de interesse cultural como a Praça do Comércio, que está em frente ao Tejo, oferece uma das imagens mais emblemáticas de Lisboa.

ALFAMA



Alfama, que você pode percorrer com o elétrico 28, é um bairro antigo e tradicional, onde se conserva o Castelo de São Jorge, de onde terá a melhor vista da cidade, e a Sé, a igreja mais antiga de Lisboa. Terças e sábados se realiza a Feira da Ladra, um mercado que você não pode perder.

CHIADO



Esta parte da cidade é uma área rica, com grande tradição intelectual. É o lar de vários museus, dezenas de livrarias e vários cafés literários, como A Brasileira. Se não gosta de subir ruas, é aconselhável apanhar o Elevador de Santa Justa, também nomeado do Carmo.

BAIRRO ALTO



O Bairro Alto é o lugar mais famoso da vida nocturna lisboeta, cheio de bares, um local perfeito para beber um copo e conversar sem o barulho das discotecas tão comuns em muitas cidades.

BELÉM



Depois de visitar o centro histórico, é imprescindível visitar o bairro de Belém, que fica próximo do rio. É muito bem servido de transportes públicos a partir da Baixa, sendo esta uma opção mais recomendada do que o carro particular.

O que torna Belém atractivo é a sua arquitectura tipicamente portuguesa, de estilo gótico manuelino, que alberga dois dos principais monumentos histórico-artísticos de Lisboa, o Mosteiro dos Jerónimos, do início do século XVI, e a Torre de Belém. Além disso, em Belém também se encontra o Padrão dos Descobrimentos, onde estão representados alguns dos principais navegadores e impulsionadores portugueses da época das descobertas.

E não se pode sair de Belém sem provar os seus famosos pastéis de nata.